Notícias
 
0
comentarios

“Chacrinha: o Velho Guerreiro” estreia em novembro; Confira o trailer

Notícias

Parada de Cinema: co-produção para mulheres tem prêmio em dinheiro

A Mostra Empodera acontece dentro da programação da Parada, entre os dias 2 e 6 de maio, em Teresina.
Postado em 1 de março de 2018 Seja o Primeiro a comentar
Postagens-01 - Copia

Em janeiro de 2018, a cerimônia de entrega do Globo de Ouro foi também um verdadeiro marco para as mulheres do cinema: dezenas de casos de assédio, opressão e desvalorização das mulheres no set vieram à tona, revelados por atrizes e staff que ajudaram a entender a dimensão do problema.

Pensando nessas e outras questões, como a própria taxa baixíssima de participação feminina no audiovisual (dados da Ancine revelam que apenas 17% das obras registradas em 2016 foram dirigidas por mulheres), a 5ª edição da Parada de Cinema promove a Mostra Empodera: um edital exclusivamente para mulheres piauienses produtoras de audiovisual.
“Metade da população brasileira é feminina. Onde estão essas mulheres na produção audiovisual?”, questiona Tássia Araújo, diretora geral do evento. “Quando aparecem, estão na maquiagem, figurino, e outras funções tidas como femininas”, observa. “Os homens estão sempre ocupando cargos como direção, fotografia, montagem e edição, provando que o cinema ainda é um tipo de produção elitista e machista”, critica.
A Mostra Empodera acontece dentro da programação da Parada, entre os dias 2 e 6 de maio, em Teresina. Vale ressaltar o caráter de co-produção da mostra: se você, mulher (cis ou trans) com mais de 18 anos, nascida no Piauí ou regiões próximas, tem um projeto de filme, mas não tem como executá-lo, a ideia é que a Parada de Cinema entre como sua parceira. O projeto selecionado recebe um prêmio de R$2.600,00, para fazer o filme acontecer – a contemplada tem um mês para produzir e o filme será exibido na Mostra.
A Parada de Cinema quer descobrir novas criadoras no audiovisual piauiense e estimular a produção de conteúdo entre as mulheres. “O Empodera é um espaço experimental em vídeos, que pretende aproximar, empoderar, acolher, impulsionar mulheres-trans, meninas, jovens cineastas e o cinema no Piauí”, esclarece Layane Holanda, produtora executiva.

 

O empoderamento feminino, na Parada de Cinema, acontece não só no discurso, mas essencialmente na prática: este ano a maior parte da equipe de produção é composta por mulheres, entre curadoras, produtoras, assessoras e fotógrafa.

 

A Parada de Cinema é uma realização do Instituto Punaré/Canteiro, uma produtora independente que entra como parceira nesta 5ª edição. O evento tem apoio do Ministério da Cultura, Secretaria do Audiovisual e Governo Federal.

Parada de Cinema 2018

de 2 a 6 de maio – Teresina/PI

Chamada pública até 18 de março

Mostra de Cinema Brasileiro Contemporâneo

Mostra Empodera

Inscrições no site: 

http://paradadecinema.org